Uma geração de tiriricas I

Pois é, o Tiririca conseguiu. Driblando com malandragem brasileira todos os obstáculos se postou no Congresso Nacional como nosso (what?) representante. A parcela consciente da população se incomoda e se envergonha. Como um analfabeto em um amplo sentido poderá nos representar? Prá dizer a verdade eu estou mais preocupado com a geração de tiriricas que anda em cada estrato social de nosso país e mundo.

Somos parte da era da informação, no entanto a informação mais importante de nossas vidas não podemos encontrar no Google. Quem somos nós de verdade? O que está no interior do copo? O que acontece por detrás dos cosméticos? O que minha produção exterior esconde? O que meu espelho não diz? Eu preciso saber, você precisa saber.

Subentendido nos textos que Cristo que  falam do cuidado que devemos ter em não julgar em Mateus 7, está a necessidade de nos conhecermos. O profeta Isaías conta sua visão e ensina que um verdadeiro encontro com Deus produz auto conhecimento, alfabetização espiritual. Jesus fala de um analfabeto espiritual total: o fariseu. Ele não conhece a Deus, não conhece a si mesmo e não conhece o publicano. Preocupam-me os analfabetos espirituais, pois eles são muitos e é muito o dano que eles  fazem a quem os rodeia.

Como é então um analfabeto espiritual?

1. Perde o controle frequentemente. Os impulsos emocionais comandam a vida inteira, fazendo do analfabeto uma bomba relógio, colocando a todos em tensão permanente.

2. Implica com pessoas sem razão aparente. Não conheço e não gostei é o lema dessas pessoas.

3. Ofende-se com facilidade. Ora, aquele que está escondido em Cristo, a medida que cresce vai se ofendendo cada vez menos, pois ouve mais aquilo que Deus diz que ele é, e menos aquilo que os outros dizem. “Sou o que sou diante de Deus e nada mais” dizia Francisco de Assis.

4. Usa as palavras sem qualquer seleção de vocabulário para se referir aos outros. Burro, idiota, desgraçado, são facilmente achados nessa boca. Sempre procuro lembrar que por mais “mala” que uma pessoa seja, ela é amada de Deus.

5. Está sempre envolvida nos mesmos problemas em diferentes lugares. As histórias se repetem seja no trabalho, em casa ou na vizinhança.

6. Jamais entende o problema dos outros. O que dói nos outros é “frescura”.  Stephen Covey  conta a história do homem que entra com seus filhos gritando e bagunçando no ônibus onde ele já estava confortavelmente sentado . Irritado com a omissão do pai com aquela situação, ele se levanta e chama a atenção do homem que lhe responde: Ah desculpe senhor. É que a mãe deles morreu essa noite, e eu não sei o que fazer.

“Quando o outro não faz..

É preguiçoso.

Quando você não faz…

Está muito ocupado.

Quando o outro fala…

É intrigante.

Quando você fala…

É crítica construtiva.

Quando o outro se decide a favor de um ponto…

é “cabeça dura”.

Quando você o faz…

Está sendo firme.

Quando o outro não cumprimenta,

é mascarado.

Quando você passa sem cumprimentar…

É apenas distração.

Quando o outro fala sobre si mesmo,

é egoísta.

Quando você fala…

É porque precisa desabafar.

Quando o outro se esforça para ser agradável,

tem uma segunda intenção.

Quando você age assim…

É gentil.

Quando o outro encara os dois lados do problema,

está sendo fraco.

Quando você o faz…

Está sendo compreensivo.

Quando o outro faz alguma coisa sem ordem,

está se excedendo.

Quando você faz…

É iniciativa.

Quando o outro progride,

teve oportunidade.

Quando você progride…

É fruto de muito trabalho.

Quando o outro luta por seus direitos,

é teimoso.

Quando você o faz…

É prova de caráter.

7.  Sente-se perseguido pelo mundo. O analfabeto espiritual pensa que quando chove é porque ela precisa que não chova, que quando faz sol é só porque ela precisa que chova. Ela vê o Universo conspirando contra ela.

8. Perde o rumo da vida quando enfrenta crises.

9. Lê cada uma dessas características e pensa que se referem unicamente aos outros e não a si mesmo.

É tempo de uma nova alfabetização! Uma jornada ao planeta alma.

O discípulo gaudério.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s