O profeta Daniel e a MTV – parte final

Continuando o nosso papo de ontem, sobre alcançar a juventude, aqui vão mais alguns princípios para um trabalho com jovens que faz a diferença. As citações no artigo são todas do livro do profeta Daniel.

1.Eles falam a língua da juventude – 1:5

Daniel e seus companheiros usaram os nomes que lhes deram na corte do Rei Nabucodonosor.  Em outras palavras: “eles falaram a língua deles”. A mensagem não muda, continua com o mesmo poder, mas é necessário falar na língua de quem queremos alcançar. Para isso é preciso gostar de jovens, falar com jovens e principalmente ouvir jovens. É por isso que eu gasto tempo olhando a MTV, porque eu quero me comunicar com os jovens e graças a isso tenho podido falar ao coração deles aonde tenho ido. Já me chamaram de pastor da Geração Coca-cola. Não me importo desde que possa atingi-los!

2. Eles são abertos ao novo – 1:1-4. Note que Daniel sai da segurança de sua terra para ministrar em  um contexto totalmente novo sem qualquer ressentimento. Mas ele não fica lamentando os velhos tempos, nem dizendo ”no meu tempo”

Jovens líderes podem trazer uma visão fresca e relevante sobre como alcançar a outros jovens de uma forma que nós já escolados na igreja jamais imaginamos! Estamos preparados para isso ? Pode ser santamente desconcertante. Minha pergunta é: quais foram as mudanças que operamos a fim de alcançar melhor a juventude? Seguimos o modelo tradicional de “campanhas evangelísticas”? Se existe algo que consome um dinheiro monumental são campanhas evangelísticas, com um resultado pífio. Em toda igreja que vou ministrar, faço a pergunta: Quantos daqui se converteram a partir da televisão, rádio ou campanhas evangelísticas? Em mais de dez anos de viagens apenas duas pessoas de milhares me disseram ter se convertido por qualquer um desses meios. E se gasta muito dinheiro com isso! Existe uma forma mais eficaz e mais simples pela minha experiência: construção de relacionamentos de amor! Se você ama mais a juventude, do que os métodos para alcança-la, você precisa mudar os métodos!

3. Eles não têm vergonha de comunicar seus valores   Daniel assumiu abertamente  que ele acreditava em um Deus que governava acima do rei e de todos .4:25,26

Não queremos absorver os valores vazios da MTV, mas eles são assertivos e naturais quando falam do que pensam. De nossa parte há uma timidez só explicável por um fraco discipulado e conseqüente superficialidade.

Ficamos com medo de perder o jovem e jamais o desafiamos a tomar uma decisão séria com Cristo. Enquanto isso vamos  entretendo-os com um pouco de diversão barata para mantê-los dentro do prédio da igreja mas com a cabeça e estilo de vida descomprometido com Cristo. Estar na igreja não é o mesmo que estar em Cristo. Para isso temos de ser radicais e chamá-los a uma decisão séria diante do chamado de Cristo a sermos seus discípulos !  É mais fácil Deus fazer a obra no fogo ou mesmo no frio do que na mornidão ou banho-maria confortável que mantemos para inflar os números de nossas estatísticas e nossos egos.

4. Eles abordam com franqueza os problemas da juventude –  Daniel não colocou panos quentes no problema do rei. Apesar de a hierarquia os separar 4:25-27

Os jovens são naturalmente curiosos e fazem perguntas. Se nós não respondermos essas perguntas com naturalidade e franqueza alguém mais o fará, ganhará a confiança deles e ficaremos trabalhando na igreja apenas a fachada cristã e não uma raiz espiritual sólida e inabalável. Vejo um grande despreparo nas lideranças dos jovens. Não há uma busca e aprofundamento. E hoje mais do que em qualquer tempo, os recursos estão a disposição de todos. Além disso vejo que  as perguntas que os jovens fazem são respondidas com um olhar de condenação. Falando de educação sexual estou acostumado a ouvir: – Não fala muito que vai dar vontade na gurizada. E eu penso:- O que vai estimular a promiscuidade é a repressão e a negação. Quando tornamos qualquer assunto proibido, o desejo é atiçado como neurose. Nenhum assunto pode ser proibido.

5. Eles estão onde a juventude está – Daniel foi colocado em um local estratégico e procurou a oportunidade para ministrar ao rei. Ele foi onde estava a  necessidade. 2:14-16

Onde estão os jovens ? Estão na escola. É por isso que a boca de fumo se estabelece na escola. Porque quer chegar nos jovens. Precisamos começar a invadir as escolas com o evangelho. A escola é hoje o lugar mais estratégico para comunicarmos o evangelho. Em Pelotas começamos com a coreografia, mas queremos mais. É preciso que se abram discussões de assuntos importantes, que os professores cristãos não se encolham e também se tornem um pouco pastores, que venhamos a público discutir as grandes questões a luz do evangelho. Um tempo atrás fui convidado para uma conversa sobre religiões no auditório de um colégio de ensino médio. Eu, um padre e um kardecista. Achei aquilo uma maravilha. Um momento que se revelou estratégico para o ensino do evangelho. Mais com atitudes até, do que com palavras.

6. Eles exploram ao máximo as possibilidades da interatividade. Observe uma reunião de juventude em nossas igrejas. Quando nós ouvimos o jovem falar? Procuramos experimentar ao máximo em nossa igreja, para ver como podemos funcionar melhor e percebemos que você pode ter uma ministração da palavra extraordinária só utilizando perguntas e permitindo que eles falem e opinem. Em meio a cada pergunta você vai embutindo os princípios do evangelho. Assim, do jeito como Jesus fez. Ele ensinava em meio a perguntas e diálogos fervilhantes.

Não tenho a presunção de dar receitas, mas se este artigo servir como matéria de reflexão em nossa “tribo”, já estarei satisfeito.

Um abraço quebra costelas

O discípulo gaudério.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s