Como parar de andar em círculos?

Quando observamos a caminhada dos hebreus no deserto, percebemos que eles vagaram 40 anos em círculos. A distância do Egito até a terra prometida era de 150 km, percurso passível de ser percorrido em no máximo um mês.

Existem pessoas que estão cansadas, entediadas com sua vida e que sentem que  estão sempre metidas nas mesmas enrascadas e enfrentando os mesmos problemas no trabalho, no casamento e em qualquer lugar onde aportarem. Alguns se sentem perseguidos pelas leis do destino, ou até mesmo por Deus. Eles pensam dentro de si: O que tu tens contra mim, Deus? Quanto mais eu oro, mais assombração me aparece! Elas se sentem como se estivessem andando em círculos. Mas andar em círculos não é maldição, é escolha. Você está hoje, onde escolheu estar.

Mas se você reúne indignação e vontade de romper esse círculo vicioso, quero compartilhar alguns princípios para você avançar:

1º Olhe para sua vida com sinceridade brutal. Brasileiros tem a cultura mais polida que eu conheço. Podem ser de uma delicadeza extrema, muitas vezes à custa de muita falsidade. Em geral falham em fazer análises precisas, e também se ressentem quando ouvem uma verdade brutal. Preferem uma doce mentira que uma verdade amarga. Mas são as verdades amargas que nos ajudam a crescer. Isso é verdade para nossa vida pessoal, para a empresa que lideramos ou o ministério que dirigimos. Se quisermos avançar precisamos ter a coragem de dizer quando necessário: está péssimo, não está funcionando, desse jeito seremos destruídos.

Você já percebeu como somos viciados no “tudo bem”? Falamos, e no final arrematamos com um “tudo bem”, quando não está tudo bem. Vou dar um exemplo de encarar a realidade que tem tudo a ver comigo. Há algum tempo venho observando que grande parcela dos pastores não acaba bem! Uma pesquisa entre americanos constatou que a grande maioria deles não consegue chegar inteiro (espiritualmente falando) até os 60 anos. O que eu faço com essa informação? Se eu for sábio, vou começar a cuidar minha alma como nunca, para observar os sinais de decadência em minha vida e coração.

Quando fui diagnosticado com hipertensão, eu tentei tomar chazinho, comer menos sal e tudo o mais. Para solucionar o problema tive de encarar o fato de que minha pressão não baixaria sem tratamento e sem a realização de exames mais detalhados.

Meu cunhado é comandante de aviões comerciais. Sua responsabilidade é imensa e pilotar um avião envolve uma série de detalhes cujo esquecimento pode significar a perda de dezenas de vidas. O avião é revisado regularmente, o plano de voo estudado obsessivamente e os pilotos checam sua saúde de seis em seis meses. Qualquer alteração no sangue pode significar a perda do direito de pilotar. Além disso, eles também fazem testes semestrais com um simulador de voo em situações de crise. Tudo para que a aviação seja o transporte mais seguro do planeta como de fato é. Ora, não deveríamos todos fazer o mesmo? Nossa vida jamais deveria ser desperdiçada.

Líderes resistem ao fato de que há um tempo em que devem largar o que fizeram durante anos e preparar alguém para ficar em seu lugar. Falhar nisso é fatal pra o futuro da organização que lideram e para história que desejam escrever. Que patético é ver alguém agarrado a um posto, que já não lhe compete mais. É preciso coragem para fazer transições.

Casamentos caem porque as pessoas não decidem encarar que as coisas estão indo rumo ao abismo! Elas não resolvem questões que se arrastam por anos e então vem o fim. Mães que tem filhos com necessidades especiais deixam de ajudar seus filhos porque custam a admitir que seus filhos tenham problemas e que precisam de tratamento especializado. Enquanto negam a realidade, seus filhos pioram.

Davi ficou dois anos sem ver seu filho e achou que apenas um abraço e um beijinho iria solucionar um problema profundo. O que aconteceu depois não é preciso dizer. Uma revolta de dimensões nacionais que culminaram com a morte de Absalão. Ele se negou a enxergar o que era óbvio. (1)

O profeta Jeremias adverte o povo em relação aos falsos profetas porque eles maquiam a realidade. Em geral quem diz que tudo está bem é popular. O povo foi levado cativo porque não quis encarar a realidade do seu colapso espiritual. Foram 40 anos clamando e insistindo para que não fosse necessário o lamento que ele escreve em quatro capítulos melancólicos de seu livro. (2)

O povo pediu mudanças para Roboão e ele não ouviu quem lhe “dava a real” de que aquele povo estava no limite e pronto a se rebelar. E rebelaram-se. (3)

Um falso conceito de soberania de Deus permeia a mente dos crentes: não importa o que eu faça tudo irá bem, mesmo que minhas decisões sejam as piores possíveis. Essa negligência acaba gerando muita dor desnecessária.

Alicerçados na verdade, vamos construir um caminho de crescimento e tomar o rumo da terra prometida. Não se acostume a andar em círculos. Deus não lhe chamou para viver repetindo sua existência em uma sequência perversa.  Amanhã a conversa continua.

Um abraço quebra costelas.

O discípulo gaudério.

(1)    II Samuel 14:28-33

(2)    Jeremias 7

(3)    II Reis 12

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s