Encruzilhada

O coração do homem é uma eterna encruzilhada.
O dia é uma encruzilhada.
A eternidade se divide diante de nossos olhos a todo segundo.
Nunca dê a batalha por vencida, nunca.
Nunca veja a derrota como definitiva.
O que foi pode ser de novo, ou não.
Os lados da moeda podem mudar a todo o momento.
O que é bom pode ficar ruim.
O que é ruim pode ficar bom.
Essa terrível liberdade está em nossa alma.
Quem acreditava que as nuvens “eram de algodão” pode agora acreditar que são apenas ferro, fogo e fumaça.
Quem fala demais, pode falar a verdade.
Quem elogia, pode criticar sem critério.
Quem inveja, pode aprender a admirar.
Quem admira pode acabar na podridão da inveja.
Quem cuida pode virar ciumento.
Quem é ciumento pode apenas cuidar.
Quem é sensível pode se tornar melindroso.
Quem é tolerante, pode apenas ter virado um preguiçoso! Não pensa, não age.
Quem é excelente, pode se tornar escravo do perfeccionismo.
Quem é econômico, pode virar um mesquinho.
Quem é sério demais pode se transformar em um símbolo de sinceridade.
Quem é bem humorado pode acabar perdendo o bonde do compromisso.
A manipulação pode transformar-se em criatividade.
Seus piores males podem se tornar sua principal arma.
Mas seu tiro também pode sair pela culatra.
Quem está na sua volta, é assim também.
O vício que você mais odeia pode mostrar algo bom algum dia.
Nessa corda bamba caminhamos descuidados
Só com a graça como certeza.
Um abraço quebra costelas.
O discípulo gaudério.

2 pensamentos sobre “Encruzilhada

  1. Pingback: Encruzilhada | Rogério Morais

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s