Como enfrentar conflitos?

“Todos se sentem benevolentes se nada acontecer para aborrecê-los no momento.”

C. S. Lewis

Igreja, empresa, família, associação de bairro, cidades, estados e nações. Nenhuma organização humana consegue se livrar dos conflitos. Onde existe gente, existe o conflito. Mas o conflito não precisa ser o fim, pode inclusive ser o começo de muita coisa boa em uma organização, e o futuro de um empreendimento está diretamente ligado à agilidade que ela tem de tratar seus conflitos internos e externos. Se sua organização chegou até aqui é porque ela foi hábil em tratar de suas tensões internas. Se ela continuará viva, dependerá da sabedoria com a qual você continuará tratando conflitos. A Bíblia fala amplamente sobre conflito:

“Começar uma discussão é como abrir brecha num dique; por isso resolva a questão antes que surja a contenda.” (1)

“Procure resolver sua causa diretamente com o seu próximo, e não revele o segredo de outra pessoa.” (2)

“Se o seu irmão pecar contra você, vá e, a sós com ele, mostre-lhe o erro. Se ele o ouvir, você ganhou seu irmão.” (3)

“Quem responde antes de ouvir comete insensatez e passa vergonha.”(4)

“Não responda ao insensato com igual insensatez do contrário você se igualará a ele.” (5)

“Quando se manda embora o zombador, a briga acaba; cessam as contendas e os insultos.”(6)

“O homem de gênio difícil precisa do castigo; se você o poupar terá que poupá-lo de novo.”(7)

I.  Trate logo. Conflito adiado, problema aumentado. Não seja tão rápido que você pegue as pessoas de cabeça quente, nem tão lento que deixe o sol se por com o coração irado.

II. Não procure aliados, procure pessoas sábias. Ficamos confusos. Seja humilde. As vezes o calor da questão faz tremer até mesmo o mais experiente e sábio dos líderes. Não tenha vergonha de procurar uma pessoa com a cabeça fria e o coração cheio da Palavra.

III. Não tome partido, procure a verdade. É justo e sábio ouvir os dois lados da questão e depois ouvir a Palavra. Não seja do tipo de pessoa que quer descobrir o lado que vai escolher para começar a bater. Tem gente que é assim, mas isso não se harmoniza com a atitude que Jesus quer que tenhamos.

IV. Desconfie de suas emoções. Cuidado com a impressão de conspiração generalizada quando você está envolvido, nem de mundo acabando quando os ânimos se alteram. Tampouco demonize quem está do lado oposto da questão.

V. Ouça antes de falar. Às vezes o simples ouvir põe fim ao conflito. Sim, não ser ouvido, para muitas pessoas pode ser o fim do mundo.

Amanhã continuaremos com a parte final deste post.

Um abraço quebra costelas.

O discípulo gaudério.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Como enfrentar conflitos?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s