Outros atalhos que você deveria evitar

Continuando o post anterior, cuidado com os atalhos!

  1. O atalho da culpa para estimular a obediência. A culpa sempre estimula resultados em curto prazo, mas as pessoas acabarão fugindo daqueles que as fazem sentir-se mal sempre. Ou encontrarão em si razões para fazerem o que realmente querem fazer. Obediência sem consciência jamais terá consistência.
  2. O atalho de ir embora do lugar onde você está se sentindo incomodado em nome da paz. O incômodo é uma grande oportunidade para crescer. Crescer na capacidade de fazer negociações, na possibilidade de transformar inimigos em parceiros. Pessoas que aguentam a pressão estão mais aptas para construírem uma grande carreira e uma linda história de vida.
  3. O atalho de procurar um falso profeta para receber uma resposta de Deus. Essa questão pra mim é simples:  a quem quer obedecer nunca lhe faltará direção de Deus, quem busca ouvir a confirmação de suas próprias decisões estará sujeito ao engano. Todos encontram o que buscam.
  4. O atalho da hipocrisia como caminho para espiritualidade. Se o diabo não puder fazer de você um libertino, ele certamente vai tentar fazer de você um fariseu. Não se contente com o aplauso dos outros, há coisas muito mais prazerosas  na presença de Deus.
  5. O atalho do poder como caminho para o coração dos homens. A política como instrumento de evangelização é a grande mentira que os evangélicos acreditam e os católicos também acreditaram. A organização social tem seu papel, mas utilizar os instrumentos do estado para impor um comportamento que só vem através da fé, é um grande erro. A política não pode fazer dos homens maus, homens de bem. Tudo o que ela pode fazer e deve fazer é evitar que homens maus imponham suas maldades sobre homens de bem. Assim a tarefa do cristão político é a procura da preservação das liberdades individuais que não afetem o bem comum. A natureza coercitiva do poder não combina com o chamado livre do evangelho. Cada coisa em seu lugar.
  6. O atalho da vingança para subverter os poderes do mal. “Olho por olho e ninguém mais enxergará nesse mundo” foi o que disse Gandhi. Justiça sim, mas através de mãos competentes. Acertar as contas com as pessoas movidos pelo ódio, só nos faz prisioneiros de quem nos machucou.

O caminho é estreito, mas chega ao destino.

Um abraço quebra costelas.

O discípulo gaudério.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s