O churrasco de despedida de Eliseu

Grandes tarefas não são para quem quer experimentar. É preciso antes de qualquer empreendimento avaliar a grandeza e a dignidade do mesmo.

Depois de avaliada a situação, não podemos mais negociar, ou perguntar aquilo que já sabemos, pois isso tirará o ímpeto e a força criativa que precisamos.

O erro de Balaão, foi ouvir os argumentos dos enviados de Balaque quando já havia recebido uma palavra definitiva de Deus: Números 22:1-20.

Dessa forma, muita gente fracassa no casamento porque deixa o plano B do divórcio habitar suas cogitações. Na verdade isso acaba se tornando um vazamento do foco para construir um grande relacionamento.

Tem muito líder, pastor desenvolvendo seu ministério pensando em sair do lugar onde está, e acaba não fazendo um bom trabalho e também não encontra alegria nenhuma.

Meu conselho a você: pare de tentar. Elimine essa palavra do seu vocabulário. Diga: vou fazer! E feche a porta da desculpa para fugir da raia.

Se você acha que está em um momento de transição, saiba que você precisa sempre deixar para trás algo construído e um sucessor capacitado. Há sempre algo maior que nós mesmos em jogo.

Faça como Eliseu quando chamado para ser discípulo do profeta Elias. Sua vida anterior era levar uma parelha de bois. Ele então queima a parelha e faz um churrasco dos seus bois como uma excelente forma de celebrar o novo tempo e dizer aos outros e a si mesmo: pra cá eu não volto mais. I Reis 19:19-21.

Um abraço quebra costelas.

O discípulo gaudério.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s