Mandamentos da liberdade financeira

  1. Deus é o seu patrão e nada lhe faltará.
  2. Se não pode comprar, não vá olhar.
  3. São as pequenas prestações acumuladas que quebram seu orçamento. Quer sair? Compre a vista.
  4. Você só controla o que você anota.
  5. Se quiser ter um relacionamento sadio com o dinheiro, pense em como ele era visto na sua família e o que você fazia com o pouco que ganhava.
  6. O propósito das riquezas é servir as suas necessidades, da sua família, aos necessitados e a obra de Deus. O resto é vaidade.
  7. Quem quer trabalhar, sempre trabalha! Às vezes o que queremos é a vaidade do cargo. Outras vezes somos preguiçosos.
  8. Não tente adaptar sua renda aos seus desejos, adapte seus desejos a sua renda.
  9. Você não é o que você compra! Os bens não nos atribuem valor, nós é que atribuímos valor aos bens.
  10. O propósito do orçamento bem sucedido é fazer sobrar. Qualquer outro resultado no mês é um sinal de perigo!
  11. Quem tem paciência sempre faz a melhor compra! O afobado é controlado pela propaganda, pelo vendedor e pelos seus desejos.
  12. Espere o melhor, mas prepare-se para o pior!
  13. Seu coração controla o seu bolso. Você pode aprender boas atitudes sobre o dinheiro, mas ainda sim ser vítima da malandragem do seu coração.
  14. Ainda perdido? Procure conselho de alguém vitorioso nas finanças. Nem o avarento, nem o perdulário.

Um abraço quebra costelas.

O discípulo gaudério.

Um pensamento sobre “Mandamentos da liberdade financeira

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s