Quatro modelos falidos de macheza – Tipo 2

“Tudo que for ter que dar mais de doze passos para fazer não vale a pena.”

Homer Simpson

O segundo tipo é o Homer Simpson, um dos modelos mais comuns nos dias de hoje. E devo ao meu amigo e companheiro Marcos Garcia, a lembrança desse personagem como mau exemplo de homem. Personagem de uma das séries mais longevas da história dos desenhos, (mais de 500 episódios), ele é o reflexo de uma geração que não é capaz de ir embora de casa, mas também não é capaz de ali habitar.

Esses homens são dominados pelo medo. Acham-se incapazes diante da vida.

Eles não assumem responsabilidade por nada. Apenas fazem o mínimo para que a vida continue funcionando. Entregam as rédeas de sua vida aos patrões, a sua esposa e tudo que eles querem é um momento no qual possam estar ausentes. Vivem da fantasia do futebol ou da pornografia.

Esses homens transformaram suas mulheres em suas mães. Aceitam ser tratados por elas como crianças, e em troca recebem o desprezo. Mas eles não se importam (ou aparentam não se importar) desde que não sejam abandonados. Quando estão doentes, são como crianças totalmente dependentes, e competem com seus filhos por atenção como se fosse um deles.

Eles não têm ambições de qualquer natureza. O que desejam é um pouco de sombra e água fresca para descansarem dessa vida penosa. Eles fogem de tudo que represente desafio.  Sempre procuram a zona de conforto.

Gordon Dalbey conta uma história que ilumina a situação desse tipo de homem cada vez mais comum entre nós:

“Alguns anos atrás, um amigo e colega pastor captou totalmente minha atenção ao contar me a história de um homem em sua paróquia que veio a ele atormentado por um sonho recorrente e aterrorizante, no qual um leão feroz o perseguia até ele cair exausto e acordar gritando. Entendendo que o leão representava algo que causava medo na vida do homem, meu amigo mostrou-lhe alguns possíveis significados: o chefe do homem? a esposa? Alguma pesada responsabilidade?

À medida que eles discutiam o assunto, o homem ficava cada vez mais frustrado. Sim, todas essas alternativas representavam algum grau de medo para ele, mas nenhuma delas com suficiente importância para ser parte de um pesadelo repetitivo. Frustrado e cheio de incertezas, meu amigo decidiu finalmente orar com o homem por um entendimento mais claro do que estava acontecendo.

À medida que eles oravam, meu amigo no impulso do momento convidou o homem, a revisitar o sonho, mesmo em todo o seu medo. Hesitantemente, o homem concordou e logo reportou que na verdade, o leão estava perto dele e vinha em sua direção. Meu amigo então instruiu o homem, “Quando o leão se aproximar de  você, tente não fugir, mas em lugar disso, fique no lugar e pergunte a ele quem ou o que ele é, e o que ele está fazendo na sua vida. Eu vou ficar orando por você – você pode tentar isso?

Inquietado na sua poltrona, o homem concordou, e então contou o que estava acontecendo: O leão está rugindo e movendo sua cabeça, e está em pé bem em frente a mim… Eu pergunto a ele quem ele é … e – Oh! Eu não posso acreditar o que ele está dizendo! Ele diz: Eu sou sua coragem e sua força. Porque você está fugindo de mim?”

Muitos destes homens sentem que algo está errado. E é isso que pode projetar-lhes para fora da bolha de conforto e arremessá-los para a vida para servirem as pessoas com dons que talvez  eles nem saibam que existem dentro deles.

Meu amigo se você vive assim, tudo é possível ao que crê. Inclusive deixar de ser Homer Simpson. Lembre-se Deus colocou em você coragem e força, o que você precisa é usá-las.

Um abraço quebra costelas.

O discípulo gaudério.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s