Como se tornar um filhote de fariseu rapidinho

saduceus-seitas-judeus-bibliacenter

“Como é feliz aquele a quem o Senhor não atribui culpa e em quem não há hipocrisia.”

Salmos 32:2

Chame todo mundo de fariseu. O primeiro a acusar será o último a ser lembrado. Aponte o dedo para os religiosos e se coloque acima da hipocrisia.

Corrija o erro da humanidade. Opine sobre tudo e sobre todos, mas, por favor, quando alguém mostrar um espelho a você, faça-se de vítima e diga que estão lhe perseguindo.

Condene sem misericórdia os pecados que não constituem uma tentação forte para você ou para os seus amigos e parentes, mas seja rápido em encontrar justificativas nos outros, na ciência, na má interpretação da Bíblia e na fraqueza humana para aqueles que você e seus companheiros carregam dentro de si.

Jamais diga o que você pensa se isso tiver a mínima possibilidade de ir contra o grupo em que você está inserido no momento.

Seja um leão com os débeis e um cãozinho obediente com os fortes.

Faça leituras superficiais, de livros de autoajuda, fuja daquelas leituras que incomodam, e, por favor, fuja de momentos de silêncio prolongado, pois ele pode trazer a tona muitas coisas desagradáveis que você não gostaria de escutar.

Desconfie das motivações dos outros, mas lembre apenas dos seus bons comportamentos. Não acredite na virtude dos outros, mas creia cegamente nas suas.

Jamais corrija elogios equivocados, faz bem para o seu marketing pessoal. É melhor que as pessoas lhe adorem do que a qualquer outro falso deus.

Assuma a postura de campeão de alguma virtude perdida na sociedade. Nada melhor que um moralismo narcisista para afundar alguém na mentira.

Mantenha distância das pessoas na conversa e no envolvimento para criar uma aura de mistério. Evite a demonstração de emoções fortes como o riso e  choro. Procure demonstrar que você é um ser assexuado. Sempre funciona.

Selecione as histórias que você conta. Fale com detalhes as que mostram você forte, bonito e corajoso, afinal você precisa dar exemplos. Quanto a sua maldade, fale apenas vagamente, como uma possibilidade unicamente teórica.

Nunca peça perdão. Quando seu pecado ficar evidente use palavras do tipo “se por acaso eu errei, não foi minha intenção”. Também utilize o recurso de apontar alguém que está fazendo pior que você.

Classifique os pecados em ordem de feiúra. O que os outros cometem na escala máxima, os que você comete em uma escala baixa.

Procure sempre ter a última palavra em qualquer discussão, mesmo que já tenha percebido o erro de suas afirmações. Quando seu equívoco for indefensável, ataque seus oponentes e esqueça-se das ideias.

Elogie em público e faça picadinho em privado.

Coloque a beleza antes da verdade na sua escala de valores. A beleza da oração, e da pregação antes que a oração sincera e a pregação fiel.

Se estes artifícios não forem suficientes, vá em frente, existem mil e uma maneiras de ser um perfeito hipócrita.

Um abraço quebra costelas

O discípulo gaudério

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s