O diabo quer acabar com a roda de chimarrão

image

O objetivo do diabo é acabar com a humanidade. Não simplesmente eliminar o ser humano na face da terra, mas eliminar a humanidade dentro do ser humano.

Veja o que ele fez com aquele gadareno no evangelho. (1) Aquele homem …

Era solitário pois “habitava no meio das tumbas” .

Não parava “sem descanso, noite e dia perambulava pelas tumbas e pelas montanhas”

Era controlado por seus instintos “dando gritos e ferindo-se com pedras”.

Na época de Jesus, esse tipo de homem era chamado de endemoninhado, esta geração chama de “bem-sucedido”.

A cultura que vivemos está possessa da semente da desumanidade que  cresce assustadoramente. Semente diabólica, que age por meio de um estilo de vida que reduz a grandeza da imagem de Deus em nós, bloqueando Sua glória latente.

Somos provocados a todo momento: confie nos seus instintos. Como animais selvagens vivemos  com medo da escassez.   A frustração parece não caber na concepção de vida das pessoas, assim vemos em qualquer lugar bombas humanas explodindo diante dos desejos não realizados.  Não permita que o diabo nessa cultura lhe convença que os seus desejos são confiáveis, na verdade eles podem ser completamente insanos. Crer cegamente neles é dar um passo atrás em nossa humanização em direção a selva.

Quando começamos nossa carreira de trabalho somos instruídos que os bons nunca param. Eles devem ter uma aparência de cansado, e nunca podem estar disponíveis. Uma agenda lotada é garantia de um sentimento de realização. “Não pare”, é a voz que fala dentro de nós. Você come com o celular na mesa, você trabalha sempre pensando no seu próximo movimento.  Alguns dizem orgulhosos: faz dez anos que não tiro férias. Louco! Você deveria ter vergonha de enterrar dez anos de sua vida no trabalho. Não permita que o diabo lhe convença que você é uma máquina.

Não se envolva. É perigoso, toma tempo demais, é complexo demais. Garanta conexão sem envolvimento. Fale mas não de si mesmo. Não se revele. Não mostre nunca que você é vulnerável. Coloque seus fones de ouvido, leia seu livro, consulte seu celular e fique longe desse mundo. Faça sexo, nunca amor.  O diabo trabalha para  lhe convencer que você é um objeto, uma decoração viva. Até que a sensação de solidão absoluta venha a tona em forma de pânico e force você a sair da casca.

Jesus nos garante que podemos ser diferentes. Na luta deste tempo ele quer nos ensinar novamente a aprender a conversar, a pararmos sem culpa, enfim, a nos envolvermos. Nada sintetiza melhor essa realidade do que a roda de chimarrão. Ela é diálogo, partilha e generosidade ao mesmo tempo. Preservá-la é preservar nossa humanidade.

Um abraço quebra costelas.

O discípulo gaudério.

(1) Marcos 5:1-20

2 pensamentos sobre “O diabo quer acabar com a roda de chimarrão

  1. Muito bom o texto, talvez aqui no nordeste, mas precisamente na Bahia, poucos entendam a analogia da “roda de chimarrão”, mas pra mim que nasci e cresci em MS, entendo e concordo plenamente, precisamos reaprender a nos relacionar. A Deus toda honra, Ele é bom em todo tempo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s