O mesmo Jesus

Christ_of_Saint_John_of_the_Cross

O véu da conveniência, da teimosia e do pecado faz com que sejamos seletivos quanto às ações e palavras de Jesus.

Quem se diz discípulo, sabe que o convite para viver a vida de Cristo inclui verdades agradáveis e inconvenientes. Atrativas para nosso temperamento ou repulsivas para nossa cultura e criação. E vice-versa.

Em qualquer caso o fim de todas elas é a vida.

Ou morte dependendo de que lado delas você está.

Por essa razão, não esqueça…

O mesmo Jesus que disse “eu não te condeno” também disse “agora vá e não peques mais.”

O mesmo Jesus que dirá “vinde benditos do meu Pai” também dirá “não conheço vocês.”

O mesmo Jesus que se permitiu ser esbofeteado e cuspido, também virou as mesas dos vendilhões do templo.

O mesmo Jesus que ordenou que os discípulos recolhessem as sobras de pão e peixe também se permitiu a extravagância do vaso de alabastro derramado em seu corpo.

O mesmo Jesus que foi interrompido por crianças e mulheres também seguiu inapelavelmente até a cruz.

O mesmo Jesus que disse que éramos o sal da terra, também disse que poderíamos ficar sem gosto.

O mesmo Jesus que afirmou que o evangelho conquistaria a antipatia de muitos, também prometeu colocar gente boa do nosso lado.

O mesmo Jesus que foi ferido pela traição de Judas, teve a alegria dos outros 11 e mais Paulo que abalaram o mundo.

O mesmo Jesus que disse que teríamos aflições também reafirmou que venceríamos cada uma delas.

O mesmo Jesus que disse que o caminho era estreito, também prometeu que estaríamos na boa companhia do Espírito.

O mesmo Jesus que amou o jovem rico, também pediu a ele que largasse tudo.

Diante de um Cristo imprevisível, como agir em cada situação é a pergunta que nos inquieta diante das encruzilhadas.

A vida que ele nos chama é uma vida sem respostas encaixotadas. Não pode ser vivida com livro de regras mortas, apenas com o Livro vivo. Esse, requer a dinâmica do Espírito.

Se você anda perto de Jesus, não há com o que se preocupar. Você está sendo dirigido, mesmo sem perceber.

Um abraço quebra costelas.

O discípulo gaudério.

P.S.  Qual faceta de Jesus você tem procurado esquecer?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s