Aprenda a parar

REDE-DE-DORMIR-CLONE-CRUA43848819

“Respondeu o Senhor: “Marta! Marta! Você está preocupada e inquieta com muitas coisas; todavia apenas uma é necessária. Maria escolheu a boa parte, e esta não lhe será tirada.”

Lucas 10:41,42

“Faz dez anos que eu não tiro férias”

“Eu nunca tirei férias na minha vida”

“Trabalhar é a minha vida.”

Nascido em um estado cuja colonização italiana e alemã foi uma grande influência, não é difícil topar com declarações desse tipo.

Sou admirador daqueles que transformaram matas densas e inóspitas em cidades limpas e aconchegantes.

Mas não posso  deixar de dizer: se você não para, seu trabalho construiu ao custo da sua destruição.

Alguém paga a conta dessa loucura. Seja a família que sofre a ausência, seja a família que sofre a presença alucinada, ou até mesmo sua saúde que vai mandando sinais cada vez mais fortes de decadência.

Quem trabalha sem parar desenvolve um complexo de Todo Poderoso: “o mundo não vive sem mim.” Esse também é um sintoma da síndrome de lúcifer.

No encontro de Jesus com as irmãs Marta e Maria, a irmã atarefada, sem cerimônias dá ordens a Jesus.  Isso mesmo: Senhor, dize a minha irmã que me ajude!

Quantas vezes você mesmo tentou atropelar os processos de Deus em sua vida e se deu mal!

Jesus nos ensina no evangelho que parar também é evoluir. Algumas vezes só parando podemos avançar.

Aqui vai um curso rápido pra quem perdeu a noção.

  1. Coma sem agenda. Acostume-se a celebrar a vida na mesa. Desligue o celular. Ninguém pode estar presente para todos o tempo todo.
  2. Pratique o princípio do sábado. O sábado é um mandamento revolucionário. Quando Deus o entregou aos judeus sinalizava que o homem é mais do que um animal de carga, é gente, é pessoa. Escolha o dia possível para você, e não faça qualquer trabalho nele.
  3. Fale sobre família em casa. Planos para o futuro, problemas, brincadeiras devem ser os assuntos preferenciais dentro de casa.
  4. Acostume-se a idéia de que você nunca vai resolver tudo. Você vai morrer e ficarão assuntos pendentes. O mundo segue o seu curso sem você.
  5. Invista na alegria. A alegria, o humor é o ato mais subversivo contra uma sociedade refém do conceito de trabalho como base para identidade e valor. O encontro com amigos é a contramão do vício em adrenalina.

Que você possa aprender a ser manso que nem boi de sinuelo.

Um abraço quebra costelas.

O discípulo gaudério.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s